3 razões pelas quais você deve comer óleo de noz

As nozes estão entre os tipos mais saudáveis ​​de nozes, por isso não é de admirar que o óleo de noz, que é feito de nozes, esteja se tornando cada vez mais popular. Porque, assim como as nozes, o óleo é rico em ácidos graxos insaturados essenciais, como os ácidos graxos ômega-3. O ácido linolênico que contém, em particular, tem propriedades particularmente benéficas para a saúde. Além disso, o óleo de noz é rico em vitamina E, biotina e potássio.

As propriedades de promoção da saúde aplicam-se ao óleo de noz prensado a frio nativo, pois os ingredientes valiosos são preservados através de um processamento suave. Você também deve prestar atenção à qualidade orgânica ao comprar, para que o óleo esteja livre de substâncias nocivas. Como o óleo de noz prensado a frio tem um ponto de fumaça baixo, você não deve aquecê-lo. Em vez disso, use-o para pratos frios, como saladas ou molhos.

3 razões pelas quais você deve comer óleo de noz

1. Garante uma pele, cabelos e unhas bonitos

Você está sonhando com cabelos e unhas saudáveis ​​e pele clara? Então o consumo regular de óleo de noz pode ajudar. Por um lado, o óleo é rico em vitamina E, que tem um efeito antioxidante no organismo e combate os danos celulares. Desta forma, por exemplo, retarda o envelhecimento da pele e fortalece o cabelo e as unhas. Por outro lado, o óleo de noz nos fornece biotina, uma vitamina do grupo B. Isso estimula a formação de novas raízes capilares e suporta as chamadas proteínas de queratina, que são importantes para a pele, cabelos e unhas.

2. Pode prevenir doenças cardiovasculares

De fato, a noz pode até ter um efeito positivo em nosso sistema cardiovascular e prevenir doenças como pressão alta, ataques cardíacos e derrames. Os ácidos graxos ômega-3 que contém estimulam a circulação sanguínea e melhoram o fluxo sanguíneo. Estudos também mostraram que eles podem diminuir o nível de colesterol LDL “ruim” no sangue. Claro, isso só se aplica em conexão com uma dieta saudável e nutritiva.

3. Pode ajudar com doenças inflamatórias das articulações

Muitas pessoas sofrem de doenças articulares inflamatórias crônicas, como reumatismo ou artrose. Devido às propriedades anti-inflamatórias dos ácidos graxos insaturados, estes devem ser encontrados em abundância na dieta dessas pessoas. Além do óleo de noz, alimentos como óleo de linhaça, peixes gordurosos como salmão, abacate e nozes são ricos em ácidos graxos ômega-3 e outros ácidos graxos insaturados, que podem ter um efeito positivo no curso da doença.

Também interessante: Osteoartrite – confie nesses alimentos >>

Vídeo: Walnut – Superalimento para o corpo

Leave a Reply

Your email address will not be published.