Evite estes 4 erros esportivos

1. Correndo muito devagar

Se você correr devagar, você queima mais gordura – você tropeça nessa afirmação repetidamente. O fato é que o treinamento de resistência prolongado em uma intensidade mais baixa não necessariamente ajuda a queimar mais gordura corporal.

Enquanto o cardio lento ajuda a queimar uma porcentagem maior de calorias de gordura, a quantidade absoluta de gordura queimada é pequena devido ao baixo gasto de energia. Com uma maior intensidade de exercício, no entanto, o número total de calorias consumidas é significativamente maior e, portanto, também a proporção (absoluta) de calorias de gordura queimadas.

Portanto, a conclusão é que quanto maior a intensidade, mais calorias você queima, e quanto mais calorias você queima, mais peso você perde.

2. Muito alongamento após o exercício

Ao contrário da crença popular, o alongamento pós-exercício não reduz necessariamente a dor muscular ou o desconforto relacionado a lesões.

Quanto mais intenso e extenuante for um treino, maior a probabilidade de dor muscular e mais cuidadoso você deve ter com o alongamento pós-treino. O alongamento intenso pode realmente ampliar ainda mais as pequenas lágrimas nas fibras musculares.

Além disso, não há evidências científicas de que um músculo alongado seja menos propenso a lesões. As lesões ocorrem por diversos fatores. Exemplos incluem técnica inadequada, desequilíbrio nos músculos relevantes ou aquecimento insuficiente. No entanto, exercícios de alongamento direcionados, realizados como parte de um programa de aquecimento antes do treino, podem ajudar a reduzir o risco de lesões.

A principal diferença é que, em vez de se concentrar no alongamento dos músculos (alongamento estático), esses exercícios preparam os músculos e as estruturas de suporte do corpo (tendões, ligamentos e cartilagens) para as demandas do treino à frente (alongamento dinâmico).

3. Evite correr

Você provavelmente já ouviu falar que correr é ruim para os joelhos. Um equívoco generalizado é que o aumento da tensão durante a corrida causa danos duradouros nas articulações do joelho e que a osteoartrite ou problemas nas articulações se desenvolvem ao longo do tempo. No entanto, o oposto é o caso.

Numerosos estudos mostraram que atletas recreativos e competitivos são menos propensos a desenvolver osteoartrite de joelho do que pessoas que não praticam nenhum esporte e que a corrida não é, portanto, um fator de risco para osteoartrite de joelho.

O treino moderado de corrida, portanto, não é prejudicial à cartilagem, mas até parece ser importante, pois o estímulo aumenta o fluxo sanguíneo para as articulações afetadas e fornece melhor nutrientes importantes.

Conclusão: Correr por si só é bom para os joelhos – no entanto, técnicas de corrida incorretas, tênis inadequados ou até mesmo treinamento excessivo podem danificar seus joelhos.

4. Exercitar-se demais

Exercitar-se é saudável – mas em certo ponto, muito exercício pode ser prejudicial à sua saúde. A falta de períodos de descanso necessários entre as sessões de treinamento pode afetar tanto o desempenho físico quanto mental dos atletas e promover lesões. Outros sinais de tensão física são aumento da pressão arterial, problemas gastrointestinais, perda de apetite, fadiga, insônia, distúrbios hormonais, suscetibilidade a infecções e dores frequentes nos músculos ou articulações. Existem duas classificações de overtraining: overexertion e overtraining.

O overtraining geralmente ocorre após vários dias de treinamento intenso seguidos. Isso faz com que você se sinta esgotado ou sinta dores musculares além do normal. A sobrecarga é facilmente revertida com pausas para descanso.

Overtraining é quando os sinais de sobrecarga ou lesão são ignorados e o treinamento continua. A recuperação total de uma lesão pode levar semanas ou meses e apresenta um desafio especial para um atleta apaixonado. Preste atenção especial ao sono e descanso adequados, alimentação saudável e bem-estar mental para evitar sintomas de overtraining.

Leave a Reply

Your email address will not be published.