Remédios caseiros para o pé de atleta: ajuda rápida

Coceira, vermelhidão, descamação da pele, bolhas – o pé de atleta é desagradável e pode ser um fardo para as pessoas afetadas. A má notícia: o pé de atleta é uma das doenças infecciosas mais comuns e só na Alemanha uma em cada três pessoas foi afetada por ela em algum momento de sua vida. A boa notícia: você pode combater o pé de atleta e evitar que ele se desenvolva com remédios caseiros simples.

Pé de atleta – o que é?

O pé de atleta é uma infecção fúngica crônica e contagiosa que afeta principalmente os espaços entre os dedos dos pés, as solas dos pés e, na pior das hipóteses, até a parte de trás do pé. Se o pé do atleta também se espalhar para as unhas dos pés, fungos nas unhas o discurso. Os patógenos do pé de atleta não podem ser vistos a olho nu. Uma indicação da doença é fornecida pelo que é provavelmente o sintoma mais típico – o forte coceira entre os dedos dos pés. No decorrer disso, geralmente há vermelhidão e pele escamosa nos interstícios. Fatores como predisposição familiar, sistema imunológico enfraquecido, doenças alérgicas e neurodermatite aumentam o risco de infecções do pé de atleta.

Se o pé de atleta não for tratado, os patógenos podem se espalhar ainda mais e afetar outras partes do corpo. É necessária uma ação rápida, especialmente para diabéticos, uma vez que a infecção pode causar feridas mal curadas.

Estes remédios caseiros prometem alívio rápido contra o pé de atleta

1. Banhos de pés

Os banhos de pés são provavelmente o remédio caseiro mais eficaz para o pé de atleta. Banhos de sal, que também combatem a coceira desagradável, são particularmente populares. Resolva por isso 5 colheres de sopa de sal em 1 litro de água morna e mergulhe os pés nele por cerca de 15 minutos. Muito importante: Não seque os pés depois! É melhor deixar secar ao ar para que o sal possa desenvolver melhor seu efeito.

2. Mel

Claro que o mel não deve faltar no combate ao pé de atleta, que promete uma ajuda rápida graças aos seus efeitos anti-inflamatórios e cicatrizantes. Simplesmente unte as áreas afetadas com um pouco de mel para que ele possa desenvolver seu efeito promotor de cura lá.

3. Bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio também pode ajudar contra o pé de atleta se você borrifá-lo entre os dedos afetados todos os dias. Razão para isso: o bicarbonato de sódio mantém o pé seco e remove a umidade do fungoque precisa para se espalhar ainda mais.

4. Óleos Essenciais

Óleos essenciais como lavanda, óleo de melaleuca, manuka e mirra também são remédios populares para o pé de atleta. É melhor colocar algumas gotas do óleo essencial em um cotonete e testar a aplicação em uma pequena área primeiro – o uso de óleos essenciais pode causar irritação na pele, o que na pior das hipóteses pode piorar a inflamação. Neste caso, você deve diluir os óleos.

5. Vinagre de maçã

Obviamente, o vinagre de maçã também deve ser mencionado neste momento, que é um remédio caseiro popular para muitas doenças devido ao seu efeito antibacteriano. Use melhor o vinagre de maçã diretamente com um cotonete para matar os microorganismos correspondentes. Você também pode colocar algumas gotas de vinagre em um banho de pés.

6. Alho

O alho não é apenas um verdadeiro deleite na comida, também é popular como remédio caseiro para várias doenças – entre outras coisas, é usado para tratar o pé de atleta. O tubérculo deve seu efeito curativo em grande parte à alicina que contém, responsável pelo cheiro típico do alho. Isso tem efeitos anti-inflamatórios e antimicrobianos, entre outras coisas, e pode ajudar com doenças fúngicas. Abra um dente de alho e esfregue entre os dedos dos pés antes de dormir.

Também interessante: fungos nas unhas – 3 sinais >>

Remédios caseiros para o pé de atleta: quando consultar um médico?

Nem sempre é suficiente tratar o pé de atleta com remédios caseiros. Se os remédios naturais para o pé de atleta não forem eficazes, você deve tratar a doença com cremes, pomadas ou sprays com os chamados antimicóticos que inibem o crescimento de fungos. Estes estão disponíveis em farmácias sem receita médica. Se não houver melhora significativa após duas semanas, você deve consultar um médico.

Vídeo: Por que somos particularmente afetados pelo pé de atleta no inverno

Leave a Reply

Your email address will not be published.